PREFEITURA REALIZA AÇÃO APÓS DENÚNCIA DE INVASÃO EM TERRENO FEDERAL

0
259

Após denúncia de invasão e loteamento dos terrenos federais do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico e Natural) em Mauá, a Prefeitura de Magé realizou uma ação com fiscais da Secretaria de Fazenda, com técnicos da Secretaria de Habitação e Urbanismo, a Procuradoria-Geral, Guarda Municipal e apoio da Polícia Civil e Militar.

Segundo Paulo Pinto de Mello, procurador-geral de Magé, “essa foi uma ação preventiva, em que foi identificada a irregularidade, a Prefeitura atuou imediatamente com a retirada das demarcações. A Prefeitura tomou as suas medidas e já conversamos com a superintendente do Iphan que ficou de enviar a Polícia Federal para tomar as devidas providências”.

Localizada em Magé, a Estrada de Ferro Mauá foi a primeira ferrovia do Brasil, inaugurada em 1854. O trecho que ligava Mauá à localidade de Fragoso foi declarado monumento histórico nacional, sendo tombado em 1954, em comemoração ao seu centenário. Após a liquidação da Rede Ferroviária Federal S.A. (RFFSA) em 1999, o trecho ferroviário e a antiga estação foram transferidos à União, cabendo ao Iphan o controle patrimonial e sua proteção.

Diretora da Fundação Educacional e Cultural de Magé, Cristina Bastos destacou a importância histórica do local e sua representatividade. “Esse é um monumento de importância para o Brasil. Viemos aqui verificar a denúncia para informar oficialmente ao Iphan tudo o que está acontecendo aqui”, justifica.

“É importante que o Iphan e a Polícia Federal tenham ação rápida, falamos com a superintendente Mônica Costa, que vai tomar as devidas providências. Mas hoje pedimos agilidade pois toda essa área está sendo loteada e chegamos a tempo de evitar essa invasão. E isso só foi possível com o apoio da Guarda Municipal, da Polícia Civil e da Polícia Militar que nos atenderam prontamente para seguir nessa ação”, afirmou o secretário de Habitação e Urbanismo, Marcos Peçanha (Sabiá).

DEIXE UMA RESPOSTA

*

code