VISÃO DO FUTURO

0
137

Porque lançar a terceira etapa do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 3, com a realização de novas obras, se ainda existiam obras a serem concluídas? Esse foi o questionamento do Deputado Federal Zé Augusto Nalin, logo após o pronunciamento da então deputada Moema Gramacho, hoje prefeita da cidade de Lauro Campos, que discorreu sobre o lançamento do projeto, em 2015.

Na ocasião, o Deputado Nalin demonstrou seu descontentamento com relação às obras de 1.980 casas que estavam paradas, na cidade de Magé no Estado do Rio de Janeiro. “Vamos terminar o que começou primeiro!” afirmou o deputado.

E foi com muita satisfação que o Deputado Nalin viu ser anunciado, no mês passado, o Projeto Avançar do Governo Federal. A previsão é que seja investido, até o final de 2018, um montante de R$ 130,97 bilhões, em mais de sete mil projetos, já em andamento, ou então em obras que estavam paradas, em diversas áreas.

“É com muita alegria ver que, lá atrás, eu trabalhei para mostrar essa realidade e a necessidade da conclusão das obras paralisadas, não só na minha cidade, mas em todo Brasil. E agora isso está acontecendo!”, comentou Nalin.

Entre os projetos que faziam parte do PAC e que estão atualmente no Avançar está a conclusão da BR 493 que corta Magé, Guapimirim e Itaboraí. “Esse é um projeto que se arrastava há muito tempo e está hoje incluído no Avançar para ser concretizado”. “Tenho plena convicção de que um dos maiores projetos para nosso país é a retomada e a conclusão das obras que estão paralisadas por esse Brasil afora, dando prioridade às de saneamento e infraestrutura”, ponderou o Deputado.

“Obras como as do bairro de Barbuda, do Centro de Esportes Unificados e da Cedae ainda não foram retomadas, mas estamos trabalhando para isso, completou Nalin”. “Já a obra da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Lagoa foi concluída, beneficiando mais de 600 famílias na região”, concluiu

DEIXE UMA RESPOSTA