Ida do Deputado Federal Ze Augusto Nalin para o DEM movimenta a política carioca.

0
719

Apenas nos primeiros dias da janela partidária, que começou na semana passada e vai até o dia 7 de abril, quatro dos oito deputados do MDB do Rio que estavam no exercício do mandato já se desfiliaram ou comunicaram que vão deixar a legenda. Dois deles anunciaram filiação ao DEM: Laura Carneiro e Zé Augusto Nalin. Já o deputado Altineu Côrtes informou que retornará para o PR, enquanto Celso Pansera se filiou ao PT.

Outros dois deputados do MDB fluminense também negociam filiação ao DEM: Alexandre Serfiotis e Soraya Santos. “Hoje, quem é o do MDB quer sair. E a tendência é ir para um partido que também tem força no governo federal. E o DEM é o melhor caminho”, afirmou o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ).

Cavalcante foi escalado por Maia para negociar a filiação de novos parlamentares no Rio. Segundo o parlamentar, o fato de o presidente da Câmara ser do DEM tem servido como um “atrativo” para filiar os dissidentes emedebistas.

Os comentários de bastidores na Câmara e que o presidente da casa prometeu acelerar a substituição do deputado Celso Jacob (MDB-RJ), que está preso desde junho, para manter o Deputado Nalin, um dos mais atuantes e ficha limpa em nosso país. O parlamentar já está no exercício do mandato, mas poderá voltar para a suplência quando o ministro do Esporte, Leonardo Picciani (MDB-RJ), retornar para a Câmara, no início de abril.

“Não teve esta promessa. O caso do Celso Jacob precisa esperar decisão de recurso no STJ (Superior Tribunal de Justiça), acho eu. Este tempo eu não comando”, afirmou Maia. Ele também negou que o DEM esteja atuando para esvaziar a bancada do MDB do Rio. “Os deputados estão saindo do MDB por decisão própria”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA